20 de abril

¿17H00?
Que diversidade religiosa existe em Portugal?
debate com moderação de Cátia Domingues .:. sala 2

Jovens de diferentes religiões vão partilhar as suas experiências sobre o convívio inter-religioso, preconceitos e desconhecimento sobre os seus cultos num país que é considerado “extremamente tolerante” em matéria religiosa, e apresentar soluções para uma melhor integração quotidiana das suas práticas confessionais.

¿17H30?
Minas do futebol
filme de Yugo Hattori 50’.:. sala 3

Em 2016, por não existir campeonatos da categoria sub-13 feminino em São Paulo, a equipa do A.D. Centro Olímpico propôs-se participar num campeonato masculino, a “Copa Moleque Travesso”. E contra a expectativa da maior parte das equipas, o grupo valorizou-se e passou da fase de grupos às semi-finais, até chegar à final. Mas ser campeãs é apenas o começo da história.

¿18H00?
Humor como forma de combater o racismo
conversa por Cátia Domingues .:. sala 2

As redes sociais e as caixas de comentários estão a revelar-se um palco de fomento da intolerância e discurso de ódio. Cátia Domingues, a partir do seu trabalho como humorista, vai explicar como é possível desmontar o preconceito recorrendo… ao riso.

¿18H30?
Cara a cara com deputados
foyer .:. 1.º andar

Encontro entre os cidadãos e deputados representantes de todas as bancadas parlamentares. Durante cinco minutos, os participantes inscritos conversam com cada um dos sete deputados sobre o tema do festival.

Presenças confirmadas:
André Silva – PAN
António Filipe – PCP
José Luís Ferreira – Os Verdes
José Manuel Pureza – Bloco de Esquerda
Sandra Pereira – PSD
Susana Amador – PS
Vânia Dias da Silva – CDS/PP

Com tradução para língua gestual portuguesa

¿19H00?
Class divided
filme de Marc Levin
no âmbito do American Film Showcase
documentário 60’ .:. sala 3

O documentário é um retrato atual sobre o aumento da divisão entre “ter” e “não ter”. Jovens dos dois lados da barreira partilham os seus pensamentos sobre as suas perceções da iniquidade de forma honesta e única.

¿21H30?
Fado bicha
concerto 30’ .:. sala Manoel de Oliveira

O Fado Bicha é apresentado por Lila Fadista na voz e João Caçador na guitarra. Um projeto que resulta da subversão e da experimentação.

¿22H00?
Noite lgbt
3 filmes aprox. 60’ .:. sala Manoel de Oliveira

Camel Toe de Alexandra Barbosa, um jovem de 26 anos inicia-se na cultura drag do Porto em 2015, tendo sido inicialmente rejeitado em vários clubes por ser “demasiado gay”. Atualmente é amplamente reconhecido como Camel Toe e a sua personalidade excêntrica dá-lhe voz para defender as várias expressões artísticas e na luta contra o preconceito.

Afronte de Roxo Beringela, Ficção e documentário juntam-se para apresentar o processo de transformação e “empowerment” de Victor Hugo, um jovem negro gay que vive nos subúrbios de Brasília, capital do Brasil. A sua história junta entrevistas com outros jovens que apresentam outras formas de resiliência e discursos valorizando os jovens negros gays.

Lorna Washington – Surviving Probable Losses de Leonardo Menezes Ícone do transformismo na cena gay carioca, Lorna Washington é conhecida pela sua versatilidade, elegância e pelas opiniões polémicas. Ela fez história em boates que marcaram os anos 80 e 90 como: Papagaio, Incontrus e nos áureos tempos da Le Boy e da 1140. A militância na luta contra o preconceito e na consciencialização sobre o HIV também a levaram à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro para receber uma homenagem.

¿todos
os dias
do festival?
Libertador dispensado
exposição .:. Nuno Bettencourt e Ruy Otero

Grândola RMX
vídeo-instalação .:. João Meirinhos