26 de Abril

17H00
PARA ONDE VAI A EUROPA *
Debate .:. Sala Manoel de Oliveira

Cidadãos são convidados a posicionarem-se perante os vários desafios do projeto europeu no palco principal do São Jorge. O debate é com todos e para todos.

18H30
THE TRIAL: THE STATE OF RUSSIA VS OLEG SENTSOV” DE ASKOLD KUROV
Cinema .:. Sala Manoel de Oliveira / 75’ | m12

Oleg Sentsov é um realizador de cinema ucraniano, detido em 2014 na Crimeia e condenado a 20 anos de prisão, acusado de planear atos terroristas contra o domínio russo na Crimeia. A Amnistia Internacional descreveu o processo judicial como um “julgamento injusto perante um tribunal militar”. Em 12 de dezembro de 2018, Oleg Sentsov recebeu do Parlamento Europeu o Prémio Sakharov para a Liberdade de pensamento, em reconhecimento e solidariedade para com a sua luta.

Parceria: Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal

21H30
ISTO SÓ NESTE PAÍS *
Humor .:. Sala Manoel de Oliveira / 75’ | m12

Hugo van der Ding promete uma viagem sobre o que é ser europeu em vários países da Europa com muito preconceito à mistura: o nosso, o dele e o dos outros.

23H00
SESSÃO FRONTEIRAS
Cinema .:. Sala 3 / m12

3 filmes

Haram-Forbidden / Áustria, 11’ de Mahir Yildi. A história real de um jovem que foi preso por fundamentalistas no seu país por estar a fumar. Depois de fugir para a Europa depara-se num abrigo para refugiados com o homem que o torturou na prisão. Venceu o Austrian Youth Peace Prize.

The Pianist of Yarmouk / Reino Unido, 13’ de Vikram Ahluwalia. A história real de Aeham Ahmad, um pianista de música clássica, que ficou internacionalmente conhecido quando, em 2014, foi filmado a tocar piano num campo de refugiados. Teve de deixar a sua cidade natal, Yarmouk, onde tocava piano para as crianças em plena guerra. Onde está agora?

Are you Volleyball / Irão, 15’ de Mohammad Bakhshi. Um grupo de refugiados de um país árabe quer atravessar a fronteira para entrar num país de língua inglesa. Os conflitos com os soldados na fronteira são constantes. Até que um dia, repentinamente, tudo muda. Premiado em festivais nos Estados Unidos, Irão, Itália, Grécia e China.

* Com tradução para Língua Gestual Portuguesa