Festival Politica

Canto, fala performativa e design thinking: três oficinas a 4 de maio em Braga

A próxima edição de Braga do Festival Política conta com três oficinas. As oficinas decorrem no dia 4 de maio (sábado).  A inscrição é gratuita e deve ser feita através do e-mail participa.politica@gmail.com. Não existe limite de idade para a participação. Caso seja necessário intérprete de língua gestual portuguesa, indica na tua inscrição. Programa completo do Festival Política aqui (PDF). Fica a conhecer as propostas das oficinas.

ENCONTRA A TUA VOZ

Encontra a Tua Voz é uma Oficina de fala performativa que tem como objetivo estimular os participantes a buscarem, por meio de jogos e dinâmicas, diferentes formas de se expressarem oralmente. Neste contexto, é através do corpo que surgem as mais formas de se dizer, individual e coletivamente, um texto em prosa ou poesia e, assim, descobrir as diversas possibilidades que a voz de cada um possui. Na Oficina, serão explorados textos que têm como tema o 25 de Abril, de autoras portuguesas de diversas gerações, a partir do potencial da palavra falada como ferramenta de construção cívica e de pensamento crítico. Horário: das 9h às 12h e das 14h e às 17h. No final da Oficina, será apresentada na rua do Castelo uma performance com o resultado do trabalho desenvolvido. Organização: Plataforma do Pandemónio. 

VOZES DO MUNDO: UM CANTO DE PROTESTO

A voz humana é nosso instrumento mais ancestral, o que imprime quem somos e como estamos no mundo. Em todas as culturas, as vozes sempre se fizeram ouvir no canto de protesto. Mesmo que muitas vezes forçadamente caladas por regimes ditatoriais, o eco dessas vozes permanece vibrante nas canções que combateram a exploração humana. Envolver-se com os cantares de culturas distintas é uma maneira de conhecer outras formas de se cantar, assim como um pouco mais de si e do outro, permitindo-se vibrar em novas sonoridades.
O canto em grupo é a maneira de juntarmos nossas vozes e estarmos afinados num propósito coletivo de darmos voz ao que se quer calar. Esta oficina visa trabalhar com o repertório da canção de protesto de várias partes do mundo, com o objetivo de partilhar o resultado numa apresentação aberta ao público. Horário: das 9h às 12h e das 14h e às 17h. No final da Oficina, será apresentada na rua do Castelo uma performance com o resultado do trabalho desenvolvido. Organização: Plataforma do Pandemónio.

O QUE SIGNIFICA COMUNIDADE?

Oficina de design thinking. O que significa comunidade? Quem (não) está a ser incluído? Para além da nossa identidade coletiva, quais são os serviços que precisamos para prosperar? Esta oficina vai conectar-te com o designer que existe dentro de ti! Com exemplos práticos e locais, vamos usar o design para re-imaginar os serviços públicos e instituições que nos servem. Através da exploração de conceitos como privilégio, interseccionalidade e inclusão, descobrimos os ritmos e identidades partilhadas da nossa comunidade. Juntos, vamos co-criar um manifesto para refletir os nossos desejos e necessidades, inspirando futuras mobilizações. Formação conduzida por Rosa Soares, designer e professora de yoga, formada em Relações Internacionais e Design de Serviços. Inscrições: participa.politica@gmail.com. Caso seja necessário intérprete de língua gestual portuguesa, indica na tua inscrição.
Projeto vencedor do concurso de bolsas para jovens artistas, ativistas e criadores, promovido pelo Festival Política e pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).