Festival Politica

“Portugal depende da sociedade civil para acolher refugiados, não é o Governo”

 

Acompanha a entrevista realizada pelo Fumaça a Ghalia Taki, intérprete e mediadora no Serviço Jesuíta aos Refugiados e no projeto LAR e membro da primeira família síria que chegou a Portugal em 2014. Os obstáculos que os refugiados enfrentam são imensos: a demora da Segurança Social a entregar número de identificação, as deficientes condições de habitação, os atrasos na atribuição do estatuto de refugiado definitivo, o labirinto burocrático do processo de reagrupamento familiar, entre outros.

A conversa decorreu no âmbito do Festival Política de Braga. Ghalia Taki fala sobre a integração de refugiados e sobre a sua história, desde que fugiu da Síria até chegar a Portugal.

 

Festival política 2020 © All rights reserved.