Festival Politica

Programação 16 de Outubro – sexta-feira

O Festival Política regressa a Braga com uma programação de três dias com debates, filmes, performances, música, humor, uma visita guiada e workshop tendo o Ambiente como tema central.
Com as alterações climáticas no centro das reivindicações dos mais jovens e com os poderes públicos e económicos cada vez mais pressionados para mudarem as suas políticas em prol de um desenvolvimento mais sustentável, o festival dará especial atenção ao papel dos cidadãos como agente transformador, sem ignorar o impacto que a pandemia da covid-19 está a ter em todo o mundo. Em 2020 o festival tem pela primeira vez a figura do país-foco, que será o Brasil, e que estará em destaque em vários momentos da programação.
Todas as atividades, salvo indicação contrária no programa, decorrem no Centro de Juventude de Braga (rua de Santa Margarida/Pousada da Juventude). Entrada gratuita. Todos os filmes estão legendados em português. Várias atividades com tradução para língua gestual portuguesa. Lugares marcados. A pedido da Direção Geral de Saúde, recolhemos o nome e contacto telefónico do público do Festival. Apenas será contactado em caso de questões de segurança. Estes dados não terão qualquer outro uso.


16h
Como nos movemos na cidade em direção ao futuro? – debate online

A pandemia deixou marcas na mobilidade urbana, evidenciando a necessidade de reorganizar o espaço público, de humanizá-lo e de acelerar determinadas transformações, como a criação de redes cicláveis como alternativas aos transportes públicos. Nesta conversa, com especialistas na área, vamos olhar para as cidades que temos e as cidades que queremos, com a pandemia como ponto de partida. Organização: Shifter. Onde: Facebook e YouTube do Festival Política.

17h30
Uma nova geração na política? – debate online

As causas ambientais trouxeram os jovens para a rua, num movimento inédito à escala global. Será que está a nascer uma nova geração mais interveniente nas causas sociais, ambientais e políticas? Estão a ser ouvidos pelas instituições públicas? Os partidos são atractivos para os jovens? O seu voto pode influenciar as eleições? As respostas serão dadas por jovens sub-30 que vivem em Braga. Moderação: André Soares. Onde: Facebook do Festival Política

18h
Danças do Brasil: Carimbó+capoeira+samba
O folclore brasileiro possui várias danças que representam as tradições e as culturas regionais. Surgiram da fusão das culturas europeia, indígena e africana. No Festival Política vamos conhecer melhor o carimbó, dança típica nordeste do Pará, a capoeira e o samba. Participam o Grupo de Danças Folclóricas da UAI (com sede em Braga e que ensaia regularmente os variados ritmos) e o Capoeira Sul da Bahia (fundada pelo Mestre Railson em 1978 no Arraial d’Ajuda, Bahia, Brasil). Em Braga, o Mestre Coringa juntamente com a
professora Alesxandra dão continuidade ao projeto Capoeira Sul da Bahia, dando aulas para iniciantes e avançados, crianças, adolescentes e adultos, no Complexo Desportivo da Rodovia. Uma oportunidade para conhecer melhor as tradições brasileiras, com a ajuda de quem vive em Braga. Organização: Associação UAI – União, Apoio e Integração. Bilhete gratuito aqui.

21h30
“Pálido ponto azul” – performance
Poluição, incêndio, explosão, radiação, petróleo, óleo, químico, tóxico, resíduo, derramamento, contaminação, inalação, cegueira, defeito congénito, anomalia genética, devastação, desastre, falência, morte, extinção. Se observarmos atentamente, estas são algumas das palavras que ganham força negativa quando pensamos na pegada do ser humano ao longo dos últimos 80 anos. Palavras que existem desta forma e com esta robustez porque nós existimos. Palavras que são atos, incoerentemente pertencentes ao animal racional que é o Ser Humano.
Elenco: Dalila Lourenço e Vânia Silva; dramaturgia: Vânia Silva; encenação: Vânia Silva; assistência de encenação: Marta Pinto e Dalila Lourenço; técnica de som: Marta Pinto; técnica de luz: Sofia Ferreira; direção de arte, fotografia, edição e montagem audiovisual: Sofia Ferreira; fotografia: Marta Pinto; figurino: R. M. Cruz; produção: Academia de Teatro Tin.Bra.

Beatriz Gosta – humor
Beatriz Gosta a solo para nos falar sobre o estado do mundo: dos direitos humanos e do feminismo ao discriminações e preconceito. Há razões para optimismo? O espectáculo será acompanhado por uma intérprete de Língua Gestual Portuguesa.

Bilhete conjunto “Pálido ponto azul” e Beatriz Gosta aqui

TODOS OS DIAS

“Invasion”, de Roni Sousa – vídeo-performance
Nesta trabalho mistura-se escultura, atividade performática e videoarte. Em quatro blocos de betão celular, instalados sobre uma mesa dentro de uma sala vazia, são projetadas múltiplas telas do performer esculpindo, imagens simultâneas e coreografadas, que buscam investigar os processos humanos de qualidades invasivas sobre a natureza, sobre as imagens, sobre a arte e sobre os sons. No primeiro andar do Centro de Juventude.

“Plastikós”, de Roni Sousa – vídeo-performance
Reflexão sobre as relações do homem com o meio ambiente, através do “plástico” – termo de origem grega, “πλαστικός” (plastikós), que exprime a característica dos materiais quanto à moldabilidade (mudança de forma física) – questionando se somos nós quem o molda ou se é ele quem nos transforma. No primeiro andar do Centro de Juventude.


CONCEITO FESTIVAL POLÍTICA: Associação Isonomia

PRODUÇÃO: Produtores Associados

PARCEIROS INSTITUCIONAIS: Câmara Municipal de Braga, InvestBraga, Centro de Juventude de Braga, Instituto Português da Juventude e Desporto, CineEco – Câmara Municipal de Seia, Secretaria de Estado da Cidadania e Igualdade, Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal.

APOIOS: Generalitat de Catalunya – Delegação de Portugal, Junta de Freguesia de São Victor, Agere, Associação Bairro d’Alegria “O nosso Bairro somos Nós”, Associação UAI – União, Apoio e Integração, Segunda Segunda, Escola Profissional Profitecla, FCB Lisboa, Bro, Horto do Campo Grande.

MEDIA PARTNER: RTP

Festival política 2020 © All rights reserved.