Festival Politica

Programação Lisboa – 3 de abril

O Festival Política está de regresso ao Cinema São Jorge entre os dias 3 e 5 de abril. A programação do Festival Política combina cinema, performances, música, humor, exposições e conversas de entrada gratuita. Todos os espetáculos e debates têm interpretação para LGP e todos os filmes, incluindo os falados em português, estão legendados em português. Programação completa em formato PDF aqui. Fica a conhecer a programação para dia 3 de abril, quarta-feira.

17h30 – Conversa
Sala Manoel de Oliveira
Estas histórias ajudam a aumentar a intervenção cívica e política?

O jornal digital Mensagem de Lisboa tem estado a trabalhar com “repórteres comunitários”, jovens e moradores de Mem Martins (Sintra), Chelas (Lisboa) e Casal da Boba (Amadora), para dar a conhecer histórias destes territórios que não chegam à restante comunicação social. Será que contar estas histórias ajuda a criar uma consciência destes territórios, aumentar a participação cívica, associativa e eleitoral? Como aproximar as reivindicações destas populações dos centros de decisão e empoderar quem lá vive a ter maior participação política? O Projeto Narrativas da Mensagem de Lisboa conta com a colaboração do grupo cultural Unidigrazz, em Mem Martins, da associação juvenil Kriativu, de Chelas, e da Associação Cavaleiros-São Brás, de Casal da Boba. Após a conversa, será apresentada a Gazetta do Bairro, uma plataforma digital de comunicação, criada e gerida por pessoas do bairro, que pretende contar histórias, mostrar projetos e negócios, numa iniciativa da Rimas ao Minuto/Kriativu.

18h – Cinema
Sala 3
“Sapadores da Humanidade”, de The Gandaya Colletive, 69’ (Portugal)

O documentário conta a história de vida sinuosa de António José Botelho de Vasconcelos, nascido na Angola colonial, no seio de uma família portuguesa, em 1969. Os primeiros anos de vida são marcados ora pela opulência provisória, ora pela figura austera e militarizada do avô paterno. A relação entre avô e neto, pautada pela violência “gratuita”, simboliza também o desabrochar de um sonho – a dança. Aos cinco anos de idade, retornado a Portugal, em plena Revolução dos Cravos, viu a sua vida virar de cabeça para baixo. Em Lisboa, vítima do racismo, abandonado e sem referências, a narrativa mostra as suas experiências e os seus desdobramentos de luz e sombra. De líder de um dos maiores e lucrativos gangues de Lisboa, a presidiário, seguido da experiência de sem-abrigo. Hoje, com 52 anos de idade, o Ninja, como gosta de ser apelidado, dá-se a conhecer pelas suas cativantes performances artísticas.

18h45 – apresentação
foyer
“Lista Sombra”

“Lista Sombra” é um microprojeto que pretende demonstrar que os jovens são capazes de apresentar propostas temáticas para fazer avançar a Europa. Simulando uma lista candidata às eleições europeias, vai colocar a Europa no centro do debate político, sempre com uma perspetiva intergeracional e de futuro. Uma ideia de Gonçalo Osório de Castro, Guilherme Lidon Guerra e Maria Luísa Moreira, vencedora do concurso de bolsas para jovens artistas, ativistas e criadores, promovido pelo Festival Política e pelo Instituto Português do Desporto e Juventude.

19h15 – Cinema: Sessão Parlamento Europeu
Sala Manoel de Oliveira
“A sala de professores” de lker Çatak, 98’ (Alemanha)

Carla Nowak, uma jovem professora de Educação Física e de Matemática do ensino secundário, apresenta-se para a sua primeira aula numa nova escola. O que mais diferencia Carla dos seus novos colegas é o seu idealismo. Mas uma série de furtos por resolver azeda o ambiente entre o pessoal docente. Quando um estudante turco é acusado e chamado de forma humilhante ao diretor, Carla decide investigar. Com a ajuda de uma câmara oculta e para surpresa de todos, expõe o ladrão: a discreta secretária do pessoal, Friederike Kuhn. Mas a sua revelação coloca Carla perante um dilema: Friederike Kuhn é a mãe do seu mais talentoso aluno, Oskar Kuhn. Para Carla, as forças que libertou escapam progressivamente ao seu controlo. Estreado no Festival de Cinema de Berlim, nomeado para o Óscar de melhor filme internacional e considerado um dos cinco melhores filmes internacionais de 2023 pelo National Board of Review, “A sala de professores” é um dos finalistas dos Prémios Lux. Filme exibido em parceria com o Gabinete do Parlamento Europeu em Lisboa.

21h15 – Conversa
Foyer
Apresentação da exposição “Polarização afetiva: causas e implicações para o sistema democrático”, com Filipe Pacheco, bolseiro de doutoramento no ISCTE – IUL CIES.
Com interpretação para Língua Gestual Portuguesa (LGP) mediante solicitação prévia através do email participa.politica@gmail.com

21h30 – Concerto
Sala 2
Miss Universo

Miss Universo nasce das suas raízes, mas floresce na procura da sua semente. Já há muito que vai espreitando pela janela e já há muito que se vai sentindo cada vez mais fora dela. Vai assistindo quem passa e tem-se mantido calada. Vai vendo os outros todos sentindo-se um outro nada. Vai vendo as gentes que vivem do menos mal e do tanto faz. Em silêncio tem estado, mas nunca em paz. Um grito que não está só em palco, mas nos palcos que vai tendo. Sem forma, não se conforma com o conformismo de quem vai vendo. E finalmente, quando já não aguenta mais estar em casa, sai como mais bem sabe. Criada por André Ivo e Afonso Branco, a banda estreou-se nos lançamentos com o single “Ser Português”, estando agora a preparar o seu primeiro álbum, a sair no final do verão deste ano.

Exposições

História LGBT+ em Portugal
Um panorama histórico da comunidade LGBT+ em Portugal: os desafios que enfrentou ao longo dos anos e os marcos mais importantes na sua luta contínua pela conquista de direitos. Curadoria: Clube Rainbow.

Afinal quantas pessoas se abstêm em Portugal?
Os números oficiais da abstenção apontam sistematicamente para a baixa participação dos portugueses nas eleições. Mas serão estes números um bom retrato da realidade? “Afinal, quantas pessoas se abstêm em Portugal?” baseia-se no estudo preparado por João Cancela, José Santana Pereira e João Bernardo Narciso para a Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS), em que se avalia a magnitude e as causas da abstenção técnica no país, formulando propostas concretas para lidar com este fenómeno.

Polarização afetiva: causas e implicações para o sistema democrático
O conceito de polarização afetiva começou a ser estudado nos Estados Unidos há mais de uma década. A exposição baseia-se em vários papers científicos que têm vindo a ser publicados sobre o fenómeno em vários países, Portugal inclusive, mostrando-se as causas e as implicações que a polarização afetiva tem para o funcionamento dos regimes democráticos. Uma perspetiva de Filipe Pacheco.

MulheresPPT
Esta exposição é uma celebração das mulheres que desempenharam papéis cruciais no cenário político português, enfatizando o protagonismo feminino e seus feitos notáveis na construção da democracia no nosso país. Curadoria: Associação Rua.

Acessibilidades: O Festival Política está a trabalhar a sua acessibilidade e tem um compromisso assumido com a inclusão. Se tens uma deficiência ou és Surdo podes reservar online o teu bilhete. Todas as sessões de cinema estão legendadas em português – incluindo as de língua portuguesa. Os espetáculos e conversas têm interpretação para LGP – confirma na programação os casos em pedimos solicitação prévia de interpretação para LGP. O curso de Tradução e Interpretação de Língua Gestual Portuguesa do Instituto Politécnico de Setúbal é parceiro no acolhimento do público Surdo. Mais informação sobre as acessibilidades no Cinema São Jorge aqui.

Bilhetes: Entrada gratuita. Atividades para maiores de 12 anos, salvo indicação em contrário. Necessário levantar bilhete no próprio dia. Horário da bilheteira: 3 a 5 de abril das 14h até ao início da última sessão.

Programação: 3 de abril; 4 de abril; 5 de abril. 11 filmes para ver no São Jorge.

Conceito: Associação Isonomia
Coprodução: EGEAC e Cinema São Jorge
Produção: Produtores Associados
Apoios: Comissão Nacional de Eleições, Instituto Português do Desporto e Juventude
Parcerias de programação: Parlamento Europeu – Gabinete em Portugal, Mensagem de Lisboa, Associação Rua, Fundação Francisco Manuel dos Santos, Clube Rainbow, Rizoma, Beers&Politics
Media partners: RTP e Antena 1
Apoio à comunicação: FCB Lisboa, Show Off, Comissão Comemorativa 50 Anos 25 Abril, MOP, ACAPO, esqrever, dezanove
Apoio à produção: Instituto Politécnico de Setúbal